Domínios de Ação // TRANSPORTE ESPACIAL

Açores ISLP

A ilha de Santa Maria fica situada no grupo Oriental do Arquipélago dos Açores e é a ilha mais meridional do arquipélago.

A ilha de Santa Maria fica situada no grupo Oriental do Arquipélago dos Açores e é a ilha mais meridional do arquipélago. Uma localização privilegiada para a instalação de um porto espacial para lançamentos em direção a órbitas terrestres de baixa altitude (LEO, na sigla inglesa).

As órbitas de baixa altitude são particularmente atrativas para atividades de Observação da Terra, que estão a atravessar um período de crescimento exponencial. Um estudo divulgado em maio de 2020 revela que as atividades de Observação da Terra representam um volume de negócios em torno dos €3,3 mil milhões, empregando cerca de 16.200 pessoas. E o mercado está em expansão à medida que os dados continuam a ser integrados num maior número de soluções e serviços fornecidos às mais diversas indústrias e setores.

As órbitas de baixa altitude serão também cada vez mais atrativas para as constelações de Telecomunicações, à medida que a eficácia e segurança das comunicações se tornam cada vez mais necessárias, principalmente em regiões mais periféricas que não podem ser servidas por soluções terrestres.

Na sequência de um pedido de manifestações de interesse, emitido pela Portugal Space, em setembro de 2018, 15 companhias declararam estar interessadas em ter instalações de lançamento em Santa Maria devido à atratividade da localização.

Devido a este potencial industrial, Portugal e o Governo Regional dos Açores decidiram avançar com o Programa de Lançamento Internacional de Satélites dos Açores (Azores ISLP), um processo de diálogo competitivo que permite às empresas concorrer para a criação de um porto espacial aberto na Ilha de Santa Maria.

Na preparação do primeiro lançamento, e durante toda a vida útil do porto espacial, serão necessárias instalações de teste de motores e os estágios de foguetões. Estas unidades serão usadas para testes de qualidade antes do lançamento, mas também para verificar quaisquer modificações ou melhoramentos realizados nos lançadores pelas empresas, que atuam num mercado que exige tecnologia de ponta para manter a competitividade.

O processo de implementação do Azores ISLP é liderado pelo Governo Regional, com o apoio da Portugal Space, que fornece suporte técnico, aconselhamento jurídico e empresarial. Além disso, a Agência Espacial Portuguesa fornece apoio financeiro ao projeto através da ativação dos acordos de financiamento assinados entre o Ministro para a Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) e a ESA.

O projeto AISLP faz parte do Ecossistema de Inovação de base espacial que será implementado na ilha de Santa Maria.