Abertas as candidaturas para o segundo concurso de bolsas de doutoramento em Exploração Espacial

A Agência Espacial Portuguesa está à procura de ideias e projetos disruptivos relacionados com Investigação e Desenvolvimento Tecnológico para a Exploração Espacial. As candidaturas para bolsas de doutoramento estão abertas até 3 de março de 2021.

A Agência Espacial Portuguesa, Portugal Space, lança a segunda convocatória do seu programa de doutoramento, para a atribuição de bolsas de estudo. Esta iniciativa, promovida pela Agência e apoiada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), visa atrair ideias e projetos relacionados com Investigação e Desenvolvimento Tecnológico para a Exploração Espacial.

A convocatória é dirigida a estudantes que queiram prosseguir os seus doutoramentos nos campos de Propulsão, Análise de Sistemas e Missões, Mecânica Orbital, Robótica, Estruturas e Materiais, bem como Reciclagem, Fabrico e Utilização de Recursos in-situ (por exemplo, mineração de asteroides), a partir de uma abordagem tecnológica/de engenharia.

Nesta segunda call, a Agência Espacial Portuguesa pretende chegar aos investigadores que estejam atingir estudos de doutoramento em campos que possam contribuir para aumentar a sustentabilidade da exploração espacial, que estejam envolvidos em projetos de investigação e desenvolvimento tecnológico que consideram a necessidade crescente de autonomia e soluções sustentáveis.

Na próxima década, a exploração espacial terá um forte desenvolvimento, graças à acessibilidade a novos desenvolvimentos tecnológicos que facilitam o acesso ao espaço e que. transformam a forma como se conduzirão novas missões, como o fabrico no espaço e a utilização de recursos in-situ. Todas essas novas abordagens irão exigir um elevado nível de gestão de recursos espaciais.

Tópicos como a utilização de energia no espaço, o armazenamento de recursos, o tipo de materiais e como podem ser reutilizados são elementos cada vez mais importantes na definição de uma missão, uma vez que permitem a criação de projetos mais eficientes e sustentáveis.

Além de estudar uma utilização mais racional dos recursos da Terra no Espaço, é necessário estudar e desenvolver tecnologia que permita a transformação e utilização dos recursos espaciais existentes para apoiar futuras missões espaciais, incluindo a permissão de acesso a água e oxigénio, e a construção de infraestruturas.

“As ciências e tecnologias espaciais têm tido uma relevância significativa na promoção de avanços sociais e económicos nas últimas décadas. Este investimento não só beneficia o sector espacial, mas também promove o desenvolvimento de atividades posteriores que podem funcionar como recursos importantes para fornecer informação e ajudar a aumentar a qualidade de vida na Terra”, refere Inês d’Ávila, gestora de projetos do Programa de bolsas de doutoramento na Portugal Space.

A Agência pretende estimular e contribuir para um reforço da cooperação dentro da comunidade científica portuguesa, bem como com parceiros internacionais e com a indústria, encorajando assim os avanços tecnológicos para exploração espacial.

Para efeitos da avaliação das candidaturas, a Portugal Space convidou um grupo de peritos reconhecidos nos campos relacionados com este concurso. O júri  é composto por Afzal Suleman (IST- Instituto Superior Técnico, Portugal), enquanto presidente, Angelo Cervone (TU Delft – Universidade de Tecnologia de Delft, Holanda), Alfred Ng (CSA – Agência Espacial Canadiana, Canadá), Yang Gao (Universidade de Surrey, Reino Unido) e Pedro Camanho (FEUP – Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, Portugal).

O presente concurso irá atribuir até três bolsas de estudo de doutoramento. As candidaturas estarão abertas até ao dia 5 de março de 2021 e terão de ser submetidas através da Open Space Innovation Platform – OSIP, da Agência Espacial Europeia.

 

INFORMAÇÃO RELEVANTE

Anúncio de Abertura
Candidaturas

Primeiro Concurso

Anúncio da Primeira Call  (O prazo de candidaturas foi alargado de 29 de janeiro para 28 de  fevereiro de 2021)
Aviso de Abertura

Autor
Portugal Space
Data
1 de Fevereiro, 2021